CECGP

Corregedoria em quatro eixos – por Paulo Velten, desembargador.

GOVERNANÇA – RESOLUTIVIDADE – INTEGRIDADE – TRANSPARÊNCIA       Desembargador Paulo Velten, Corregedor-Geral da Justiça do Estado do Maranhão.   É sabido que a nova gestão pública, própria do Estado Democrático de Direito, procura se organizar e desenvolver em torno de eixos, programas e princípios. Desde a nossa chegada na Corregedoria Geral da

Leia Mais...

Índice Brasileiro de Criminalidade e  Índice de Aferição da Criminalidade, por Paulo Estevão Tamer, ex-delegado de polícia do Pará

 A escalada da violência é o que mais a mídia brasileira alardeia e, o que mais eleva o nível de audiência e a venda de jornais escritos, em geral a ocorrência de crimes letais e intencionais; ou seja, homicídio, latrocínio, estupro, roubo, tráfico de drogas ilícitas, sequestros e outros. Com o agravamento da crise social

Leia Mais »

DIREITO É BOM SENSO, por Paulo Tamer

BOM SENSO E SENSO JURÍDICO   “O Estado de Direito, sem nenhuma adjetivação, assim como a democracia social, sofre de um positivismo jurídico arcaico e pernicioso”  Por Paulo Tamer*   Bom senso é algo que todo mundo sabe o que é, mas que infinitamente difícil de explicar. Porém, pode ser a transformação do senso comum

Leia Mais »

No País dos Grampos (2) – por João Batista Ericeira

  Há dezoito anos a Associação Nacional de Jornais-ANJ, realizava Seminário para debater as controvérsias entre o Direito à Informação e os direitos à imagem, à honra e à privacidade. Exercia interinamente a Presidência da República o ministro do STF, Marco Aurélio de Mello, que se fez presente à abertura dos trabalhos.Decorridos quase duas décadas

Leia Mais »

CAUSAS E EFEITOS DA CRISE DAS HIPOTECAS, por Antônio Augusto Ribeiro Brandão

“Nesse caso entendo que temos, como sempre aconteceu na evolução da história do pensamento econômico com Adam Smith (1723-1790), David Ricardo (1772-1823), John Stuart Mill (1806-1873) e Milton Friedman (1912-2006), problemas de discordâncias conceituais e de práticas de políticas orçamentárias, monetárias e fiscais, principalmente na presente conjuntura em que o pensamento liberal volta com toda

Leia Mais »
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

MESTRADO NA UNIVERSIDADE PORTUCALENSE

Aulas presenciais e semi-presenciais, conforme a programação abaixo: Sexta-feira, das 18h às 22h Sábado, pela manhã e à tarde Domingo, pela manhã.

INSCRIÇÃO PARA O MESTRADO

ABERTURA DE NOVA TURMA PARA JUNHO DE 2020
QUERO ME INSCREVER
Rolar para cima