CECGP

Pós-graduação em Economia Empresarial

COORDENAÇÃO

Prof. Ms. Aderaldo Neto

OPORTUNIDADE

2. OBJETIVOS

2.1 OBJETIVOS GERAIS

            Desenvolver a capacidade de análise e facilitar o processo de tomada de decisões de gerentes, empreendedores e demais gestores e profissionais envolvidos com a economia de empresas;

2.2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

2.2.1 - Conhecer e compreender como o cenário macro e microeconômico, regional e territorial que afetam a vida das empresas;

2.2.2- Dotar os alunos de instrumental analítico para desenvolver, de forma eficiente, a função de assessoramento e direção na gestão das atividades empresariais;

2.2.3- Compreender os critérios para análise de risco e os custos de oportunidades das opções de investimento feitas pelas empresas;

2.2.4- Produzir informações úteis a partir da geração de dados das operações empresariais

2.2.5- Favorecer a formação de profissionais de alto nível a partir do aprimoramento de técnicas e conhecimentos científicos;

2.2.6- Desenvolver habilidades e atitudes voltadas para a solução de problemas;

JUSTIFICANDO

PONTO POSITIVO

3. JUSTIFICATIVA

No Brasil, e particularmente no Maranhão, as condições de empreender sofrem severas restrições, seja por razões estruturais, como a estrutura de renda extremamente concentrada e desigual que obstrui uma demanda regular e crescente por bens e serviços, seja pela estrutura regressiva dos impostos e da pesada e extremamente complexa carga tributária que gravam os bens e serviços básicos ou pelo severo custo do crédito e do financiamento que dificultam o custeio e, por vezes, estrangulam o passivo financeiro das empresas, além é claro, das dificuldades comuns em abrir e fechar uma empresa, dado o longo trâmite burocrático.

            Esta brevíssima constatação é parte daquilo que se convencionou chamar de “custo Brasil”, expressão que sintetiza a enorme dificuldade em se viver e fazer negócios em nosso país. No Maranhão, em particular, essas condições são ainda mais severas, basta ressaltar um dado importante: das unidades da federação, o Maranhão ocupa o antepenúltimo lugar no que se refere a taxa de sobrevivência de empresas, ficando à frente apenas do Amapá e do Amazonas.

            Em nosso Estado, empresas que têm pelo menos 2 anos de abertas, têm taxa de sobrevivência estimada em 71%, bem inferior à media nacional, de 77%, e de estados próximos, como a Paraíba (com 79%), o Piauí e Rio Grande do Norte (ambos com 78%) ou mesmo o Sergipe (com 77%) (SEBRAE, 2016). Evidentemente, em cenários como esse é fundamental a compreensão correta da vida econômica para tomada de decisões estratégicas. E deliberar estrategicamente pressupõe, pelo menos: a) conhecer e compreender o cenário macroeconômico e como isso pode afetar o faturamento da empresa; b) entender a estrutura de mercado em que está inserido; c) produzir informações a partir dos dados gerados pela operação da empresa; d) estimar receitas e despesas; e) conhecer a estrutura tributária específica em que a empresa está sujeita; f) conhecer o contexto socioeconômico, ambiental e político em que a empresa opera g) compreender os riscos e os custos de oportunidades de cada opção de investimento.

            É precisamente a partir desse aspecto, o de conhecer e compreender a realidade econômica para tomada de decisões estratégicas, que o Curso de Especialização em Economia Empresarial, propõe desenvolver a capacidade de análise e facilitar o processo de tomada de decisões de gerentes, empreendedores e demais gestores e profissionais envolvidos com a economia de empresas.

PERÍODO

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO (360 horas)

DIDÁTICA

5. METODOLOGIA

Os componentes curriculares serão ministrados em módulos, de maneira sequencial, concatenando os conteúdos, propiciando aos participantes uma fundamentação teórica sólida e uma experiência prática adequada. Todos os componentes serão presenciais e as metodologias utilizadas serão: Aulas Expositivas, Resolução de Casos, Trabalhos em Equipe, apresentação de Seminários e Jogos de Empresa.

6. ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Como atividades complementares, serão oferecidas: palestras e seminário. Os alunos também serão estimulados a elaborar artigos científicos e a participar de congressos na área de Economia. Entretanto as atividades complementares não serão computadas como carga horária do curso.

7. SISTEMAS DE AVALIAÇÃO

O processo de avaliação será contínuo e sistemático podendo ser realizado através de prova escrita e/ou oral, trabalhos individuais ou em grupo, seminários, estudos de caso e elaboração de artigos científicos.
            Será considerado aprovado o aluno que obtiver nota igual ou superior a 7 (sete).

8. CONTROLE DE FREQUENCIA

Frequência mínima exigida é de 75% em cada disciplina. O controle da frequência será executado através de assinatura em folha de presença diária.

ACADÊMICO

10. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

            O aluno deverá elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) na modalidade de um artigo científico e deve considerar os seguintes pontos:

            1. O trabalho deve ser entregue no prazo máximo de 2 meses após a conclusão da última disciplina.
            2. Deverá ser feito individualmente.
            3. Deve ser feita a escolha de um professor orientador.
            4. Deve participar de reuniões periódicas com professor orientador.
            5. Os alunos devem seguir o Manual de procedimentos para elaboração de TCC.
            6. Para ser considerado aprovado o TCC ou artigo científico deverá receber nota igual ou superior a 7 (sete).
            7. Apresentar o trabalho para uma banca.

            A avaliação do Trabalho Final, será mediante apresentação de texto escrito e defesa oral, será feita por Comissão Examinadora composta por 3 (três) professores, indicados pelo Coordenador do curso e aprovados pela instância colegiada responsável pela execução do curso.
          O coordenador do curso irá designar os docentes orientadores do TCC a partir do início do curso e disponibilizar a lista aos alunos que os mesmos devem escolher os orientadores até 15 meses do inicio do curso.

11. CERTIFICAÇÃO

            O certificado será emitido pela mediante o cumprimento de todas as exigências quanto a desempenho do aluno e ao processo avaliativo.

TUTORES

12. CORPO DOCENTE

SERVIÇO

13. FUNCIONAMENTO

            O curso terá duração de 12 meses, com início para Outubro/20 e conclusão prevista para Outubro/2021. O período letivo se divide em uma etapa docente de 10 meses com aulas presenciais e outra etapa de quatro meses para elaboração de um TCC no formato de artigo científico. A coordenação do curso poderá alterar o quadro docente, a sequência das disciplinas ou o horário das mesmas. O corpo docente será composto de Doutores e Mestres.

14. INVESTIMENTO

INSCRIÇÃO MENSALIDADE PERÍODO
R$ 200,00 R$ 530,00 18 MESES
Investimento Total R$ 9.540,00

Faça sua Inscrição

 PAGAR MINHA INSCRIÇÃO

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

COMPARTILHE!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Rolar para cima