CECGP

Pós-graduação em Economia Empresarial

COORDENAÇÃO

Prof. Ms. Aderaldo Neto

OPORTUNIDADE

2. OBJETIVOS

2.1 OBJETIVOS GERAIS

            Desenvolver a capacidade de análise e facilitar o processo de tomada de decisões de gerentes, empreendedores e demais gestores e profissionais envolvidos com a economia de empresas;

2.2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

2.2.1 - Conhecer e compreender como o cenário macro e microeconômico, regional e territorial que afetam a vida das empresas;

2.2.2- Dotar os alunos de instrumental analítico para desenvolver, de forma eficiente, a função de assessoramento e direção na gestão das atividades empresariais;

2.2.3- Compreender os critérios para análise de risco e os custos de oportunidades das opções de investimento feitas pelas empresas;

2.2.4- Produzir informações úteis a partir da geração de dados das operações empresariais

2.2.5- Favorecer a formação de profissionais de alto nível a partir do aprimoramento de técnicas e conhecimentos científicos;

2.2.6- Desenvolver habilidades e atitudes voltadas para a solução de problemas;

JUSTIFICANDO

PONTO POSITIVO

3. JUSTIFICATIVA

No Brasil, e particularmente no Maranhão, as condições de empreender sofrem severas restrições, seja por razões estruturais, como a estrutura de renda extremamente concentrada e desigual que obstrui uma demanda regular e crescente por bens e serviços, seja pela estrutura regressiva dos impostos e da pesada e extremamente complexa carga tributária que gravam os bens e serviços básicos ou pelo severo custo do crédito e do financiamento que dificultam o custeio e, por vezes, estrangulam o passivo financeiro das empresas, além é claro, das dificuldades comuns em abrir e fechar uma empresa, dado o longo trâmite burocrático.

            Esta brevíssima constatação é parte daquilo que se convencionou chamar de “custo Brasil”, expressão que sintetiza a enorme dificuldade em se viver e fazer negócios em nosso país. No Maranhão, em particular, essas condições são ainda mais severas, basta ressaltar um dado importante: das unidades da federação, o Maranhão ocupa o antepenúltimo lugar no que se refere a taxa de sobrevivência de empresas, ficando à frente apenas do Amapá e do Amazonas.

            Em nosso Estado, empresas que têm pelo menos 2 anos de abertas, têm taxa de sobrevivência estimada em 71%, bem inferior à media nacional, de 77%, e de estados próximos, como a Paraíba (com 79%), o Piauí e Rio Grande do Norte (ambos com 78%) ou mesmo o Sergipe (com 77%) (SEBRAE, 2016). Evidentemente, em cenários como esse é fundamental a compreensão correta da vida econômica para tomada de decisões estratégicas. E deliberar estrategicamente pressupõe, pelo menos: a) conhecer e compreender o cenário macroeconômico e como isso pode afetar o faturamento da empresa; b) entender a estrutura de mercado em que está inserido; c) produzir informações a partir dos dados gerados pela operação da empresa; d) estimar receitas e despesas; e) conhecer a estrutura tributária específica em que a empresa está sujeita; f) conhecer o contexto socioeconômico, ambiental e político em que a empresa opera g) compreender os riscos e os custos de oportunidades de cada opção de investimento.

            É precisamente a partir desse aspecto, o de conhecer e compreender a realidade econômica para tomada de decisões estratégicas, que o Curso de Especialização em Economia Empresarial, propõe desenvolver a capacidade de análise e facilitar o processo de tomada de decisões de gerentes, empreendedores e demais gestores e profissionais envolvidos com a economia de empresas.

PERÍODO

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO (360 horas)

  • Direito Econômico – 36 h
  • Critérios de Avaliação de Investimentos – 36 h;
  • Operações no Mercado Financeiro (Aula Prática) – 36 h;
  • Macroeconomia Aplicada – 36 h;
  • Microeconomia Aplicada – 36 h;
  • Economia Agrícola – 36 h;
  • Mercado de Capitais – 36 h;
  • Comercio Internacional e Balança de pagamentos – 36 h;
  • Economia do Setor Público – 36 h;
  • Métodos e Técnicas de Pesquisa – 36 h;
  • Trabalho de Conclusão de Curso – 60 h.

DIDÁTICA

5. METODOLOGIA

Os componentes curriculares serão ministrados em módulos, de maneira sequencial, concatenando os conteúdos, propiciando aos participantes uma fundamentação teórica sólida e uma experiência prática adequada. Todos os componentes serão presenciais e as metodologias utilizadas serão: Aulas Expositivas, Resolução de Casos, Trabalhos em Equipe, apresentação de Seminários e Jogos de Empresa.

6. ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Como atividades complementares, serão oferecidas: palestras e seminário. Os alunos também serão estimulados a elaborar artigos científicos e a participar de congressos na área de Economia. Entretanto as atividades complementares não serão computadas como carga horária do curso.

7. SISTEMAS DE AVALIAÇÃO

O processo de avaliação será contínuo e sistemático podendo ser realizado através de prova escrita e/ou oral, trabalhos individuais ou em grupo, seminários, estudos de caso e elaboração de artigos científicos.
            Será considerado aprovado o aluno que obtiver nota igual ou superior a 7 (sete).

8. CONTROLE DE FREQUENCIA

Frequência mínima exigida é de 75% em cada disciplina. O controle da frequência será executado através de assinatura em folha de presença diária.

ACADÊMICO

10. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

            O aluno deverá elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) na modalidade de um artigo científico e deve considerar os seguintes pontos:

            1. O trabalho deve ser entregue no prazo máximo de 2 meses após a conclusão da última disciplina.
            2. Deverá ser feito individualmente.
            3. Deve ser feita a escolha de um professor orientador.
            4. Deve participar de reuniões periódicas com professor orientador.
            5. Os alunos devem seguir o Manual de procedimentos para elaboração de TCC.
            6. Para ser considerado aprovado o TCC ou artigo científico deverá receber nota igual ou superior a 7 (sete).
            7. Apresentar o trabalho para uma banca.

            A avaliação do Trabalho Final, será mediante apresentação de texto escrito e defesa oral, será feita por Comissão Examinadora composta por 3 (três) professores, indicados pelo Coordenador do curso e aprovados pela instância colegiada responsável pela execução do curso.
          O coordenador do curso irá designar os docentes orientadores do TCC a partir do início do curso e disponibilizar a lista aos alunos que os mesmos devem escolher os orientadores até 15 meses do inicio do curso.

11. CERTIFICAÇÃO

            O certificado será emitido pela mediante o cumprimento de todas as exigências quanto a desempenho do aluno e ao processo avaliativo.

TUTORES

12. CORPO DOCENTE

SERVIÇO

13. FUNCIONAMENTO

            O curso terá duração de 12 meses, com início para Outubro/20 e conclusão prevista para Outubro/2021. O período letivo se divide em uma etapa docente de 10 meses com aulas presenciais e outra etapa de quatro meses para elaboração de um TCC no formato de artigo científico. A coordenação do curso poderá alterar o quadro docente, a sequência das disciplinas ou o horário das mesmas. O corpo docente será composto de Doutores e Mestres.

14. INVESTIMENTO

INSCRIÇÃO MENSALIDADE PERÍODO
R$ 200,00 R$ 530,00 18 MESES
Investimento Total R$ 9.540,00

Faça sua Inscrição

 PAGAR MINHA INSCRIÇÃO

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

COMPARTILHE!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Rolar para cima