PÓS-GRADUAÇÃO
CENTRO DE ESTUDOS CONSTITUCIONAIS E DE GESTÃO PÚBLICA

APRESENTAÇÃO:

 Contém o presente documento uma proposta de realização do Curso de Especialização em Gestão Pública, na modalidade presencial, sobre a responsabilidade da SVT Faculdade de Ensino Superior, sediada em São Luis, capital do Estado do Maranhão.
 Trata-se de um curso de pós-graduação lato sensu voltado para a formação continuada e pós-graduada de agentes públicos ou meras pessoas que estejam interessadas em ampliar seus conhecimentos específicos sobre gestão pública.
 O curso está inserido nas políticas da instituição, visando dar uma resposta às inúmeras dificuldades encontradas pelos governos no âmbito federal, estadual ou municipal.
 Com a evolução dos tempos, percebem-se inúmeras e variadas mudanças no campo da administração pública, sobretudo quanto à qualidade dos serviços oferecidos à sociedade, a exemplo do que ocorre na área da saúde.
 A partir dessa compreensão, o Ministério da Educação vem incentivando às instituições universitárias a colocarem suas competências a serviço da sociedade, contribuindo na formação de quadros de gestores, que possam melhorar os padrões dos serviços públicos e responder às inúmeras necessidades das diversas comunidades, sobretudo as mais necessitadas.
 Nesse contexto, a SVT Faculdade de Ensino Superior mantém seu programa de pós-graduação lato sensu oferecendo cursos de especialização especialmente aos servidores públicos que queiram melhorar sua formação ou mesmo sua carreira.

JUSTIFICATIVA:

 O Maranhão ocupa um dos lugares mais baixos não ranking que avalia a gestão pública no país. Dentre os itens apresentados pela média nacional, a gestão pública no estado apresenta baixos índices em sua infraestrutura, solidez fiscal, sustentabilidade social, segurança publica e eficiência da máquina. Com esses baixos índices, o Estado do Maranhão não acompanha o desempenho de outros estados, tendo sido ultrapassado pelo Amapá e Sergipe, ficando a frente, apenas do Estado do Acre.
 Essa realidade chama a atenção dos gestores e das instituições de nível superior do estado, para a melhor qualidade dos gestores maranhenses de modo a poderem contribuir na melhoria do nível de qualidade das organizações federais, estaduais e municipais, no que se refere à gestão pública. No cerne dessa realidade, tem-se dado atenção especial à qualidade dos serviços públicos prestados aos cidadãos.
 Não basta a necessidade de qualificar os quadros públicos existentes na gestão estadual. Sempre existirão pessoas que querem disputar cargos públicos e desejam aprender mais ou já ocupam um cargo e querem ser mais qualificadas em sua profissão. Há, também, aqueles que não ocupam cargos públicos, mas se interessam em aprender mais sobre os órgãos e as instituições publicas sejam estaduais, federais ou mesmo municipais, buscando melhor conhecer seus direitos e deveres.
 Conhecimentos sobre gestão pública são os mais requisitados nos atuais concursos públicos, considerando que a gestão pública é a atividade da administração mais executada pelos órgãos públicos, pelo fato de esses órgãos tratarem do interesse e dos serviços públicos.
 Atualmente, no Brasil, pede-se muito pelo cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, cuja aplicação tem exigido capacidade e conhecimentos específicos. O que se tem observado, nesse mister, é que nem todos os gestores possuem os necessários conhecimentos para bem cumprir a legislação.
 Outro campo disponível, no mercado de trabalho, diz respeito às Organizações Não Governamentais (ONGs) que exigem, também, dos seus profissionais que atuam nas diversas atividades da gestão pública. Nesse campo, os cursos de gestão pública têm por objetivo formar profissionais para atuarem nas áreas de gestão dessas organizações, oferecendo aos alunos as ferramentas disponíveis para planejar, elaborar e gerenciar projetos públicos.

PÚBLICO ALVO:

 O curso destina-se a profissionais portadores de diploma de nível superior em Gestão Pública, Administração, Economia, Ciências Contábeis, Direito, devidamente reconhecidos. A funcionários públicos federais, estaduais ou municipais que exerçam funções de gerenciamento ou pretendem ingressar no serviço público em órgãos ou instituições públicas.

OBJETIVOS:

1. Objetivo Geral: O Curso Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Pública tem como objetivo geral a qualificação de profissionais nas funções gerenciais e na gestão de órgãos e instituições de administração pública nas diferentes esferas do governo.

2. Objetivos Específicos: Especificamente, o curso tem como objetivo:

  1. ) Estudar a gestão pública, nas suas visões sistêmica, estratégica e interativa; 
  2. ) Contribuir para a elevação da eficiência, eficácia da gestão pública, visando um serviço de qualidade que atenda às diversificadas demandas da sociedade; 
  3. ) Desenvolver a capacidade de gerenciamento de pessoas, centrada no desenvolvimento de equipes, na comunicação e no espírito de liderança:
  4. ) Manejar e manipular recursos financeiros e humanos, dentro da ética e das responsabilidades pessoais; 
  5. ) Fazer uso das técnicas de gerenciamento de processos e outras tecnologias de gestão, de modo a viabilizar os padrões de qualidade e produtividade na gestão pública; O planejar, programar e projetar os serviços e produtos.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO :

Gestão Estratégica de Organização Pública

40 horas

O Público e o Privado em Gestão Pública

40 horas

Gestão de Pessoas em Organizações Públicas

40 horas

Gestão de Serviços e Materiais na Administração Pública

40 horas

Gestão Financeira em Organizações Públicas

40 horas

Organizações Públicas e Legislação

40 horas

Marketing e Organizações Públicas

40 horas

Planejamento, Plano Diretor e Gestão de Projetos

40 horas

Metodologia do Ensino Superior

40 horas

TOTAL

360 horas

Trabalho de Conclusão do Curso -TCC

60 horas

TOTAL

420 horas

METODOLOGIA:

 Cada disciplina será desenvolvida pelo professor, através de explanação, estudo de documentos pelos alunos ou realização de exercícios. Em cada aula haverá pelo menos uma atividade prática de fixação da aprendizagem e treinamento.
 A metodologia adotada tem como base a efetiva participação do aluno, orientado e estimulado pelo professor, dentro da sua própria autonomia e nos limites do processo ensino-aprendizagem. Todo esforço do corpo docente, na transmissão dos conhecimentos necessários, visa proporcionar reflexão crítica dos alunos, considerando questões concretas vividas nas mais diversas formas de gestão. Para que se alcancem tais objetivos é preciso fazer a realização de estudos de caso, simulação e execuções profissionais.

REGIME DE MATRÍCULA CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO E CERTIFICAÇÃO:

1. Regime de Matrículas: O aluno deverá ser matriculado no curso, devendo a matrícula ser efetuada no horário e período fixados pela Faculdade. Documentação exigida para a matrícula:

  • Diploma de graduação
  • Cópia da carteira de identidade e CPF
  • Comprovação de emprego
  • 2 fotos 2 x 4
  • Curriculum Vitae

2. Critérios de aprovação: O aluno será considerado aprovado quando obtiver o grau mínimo de seis (6) em cada disciplina e o grau máximo de sete (7) na média das disciplinas que compõem o currículo do curso. É obrigatória a apresentação do Trabalho de Conclusão do curso dentro do prazo previsto, prorrogado pelo mesmo prazo, para ter direito ao certificado de especialização.

3. Certificação: A Faculdade expedirá certificado de curso ao aluno aprovado em nível de especialização, na modalidade presencial, devendo o mesmo ser registrado pela instituição credenciada (Art. 7°. Itens I, II, III, IV, V e parágrafo 2° da Resolução CNEICES N° 1/2007).

-Podendo sofrer ajustes em função de circunstâncias especiais.

APRESENTAÇÃO:

 Para que o homem e, consequentemente, seus familiares, possa usufruir de seus direitos e bem cumprir seus deveres, eles precisam da normalidade do dia a dia da vida em sociedade.
 O contrário do estado de normalidade é aquele em que se convive com a violência e a criminalidade, fatos que geram a limitação da vida e provocam a hoje tão conhecida insegurança que deve ser combatida pelo governo, praticando medidas sociais e judiciais capazes de prevenir e reprimir eventos dessa natureza. Diz-se que para suplantar um estado de insegurança são necessárias medidas preventivas e repressivas aos atos de violência cabendo essa atitude aos responsáveis pela ordem pública.
 A segurança pública não deve ser tratada como ato de mera vigilância. Ela faz parte de um sistema integrado que envolve medidas de prevenção, garantia de liberdades no cumprimento dos deveres do cidadão e defesa de seus direitos. Para tanto, são necessárias medidas das autoridades de segurança que lidam com a prevenção, coação e justiça. O autor de qualquer ilícito deverá ser tratado pelos órgãos de segurança, dentro das diretrizes emanadas da sociedade e postas em prática pelos órgãos de segurança.
 Em sintonia com a orientação do Ministério da Educação, a SVT Faculdade de Ensino Superior incluiu em seu elenco de cursos oferecidos o Curso de Pós-Graduação lato senso em Segurança Pública, em nível de Especialização, para pessoas que estejam preocupadas com o assunto, especialmente para os delegados, militares e outros profissionais da área.

JUSTIFICATIVA:

 As polícias estaduais (Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Científica) contam com seus Conselhos Comunitários de Segurança, que são grupos de pessoas que estão envolvidas com segurança pública, seja ela nacional, segurança comunitária, segurança doméstica ou segurança no trabalho. Como bem comum que é a segurança é garantida por meio de um conjunto de convenções sociais, comumente chamadas de medidas de segurança. Cada área humana tem suas medidas de segurança própria. O mundo vive atualmente uma crise de insegurança que resulta, sobretudo, numa crise de violência e o Brasil situa-se nesse contexto. A segurança pública, no Brasil, além de passar por grave crise, se reflete de várias maneiras: aumento de homicídios, elevado grau de feminicídio, impunidade generalizada, violação aos direitos humanos. Tudo isso faz aumentar o sentimento de medo e insegurança, A crise de segurança pública, no Brasil, tem sua história e, segundo os especialistas, existe um vácuo jurídico acerca da segurança pública. Nossa Constituição nada diz a respeito da segurança pública e esse vácuo estende-se à lei comum, que não é clara em dizer que a segurança pública deve proteger a população dos criminosos. A nossa segurança pública historicamente não passa de uma prática policial, exercida através dos anos em todos os recantos do país. O Brasil é um país deficiente em pesquisas de homicídios e carente de polícia técnica judiciária, daí a dificuldade de implementar as medidas necessárias e urgentes adequadas a combater a violência. Assim, entendemos que o Curso de Pós-Graduação lato sensu em Segurança Pública, em nível de Especialização, vem suprir a lacuna no meio acadêmico, levando formação complementar a juízes, advogados, promotores, defensores públicos e policiais em geral.

PÚBLICO ALVO:

 O Curso de Pós-Graduação lato senso em Segurança Pública, em nível de Especialização, é direcionado para operadores de direito: juízes, advogados, promotores, defensores públicos, delegados, policiais civis, militares, federais e rodoviários

OBJETIVO:

1. Objetivo Geral: O Curso Pós-Graduação lato senso em Segurança Pública tem como objetivo geral a qualificação dos operadores de direito, transmitindo uma visão estratégica e geral das ciências criminais e da segurança pública.

2. Objetivos Específicos: Especificamente, o curso tem como objetivo:

  1. ) Desenvolver conhecimentos, habilidades, atitudes e valores pertinentes às ações de segurança pública;
  2. ) Identificar princípios, métodos e ferramentas que possibilitem o desenvolvimento de estratégias de segurança pública;
  3. ) Desenvolver uma cultura voltada para a segurança pública;
  4. ) Conhecer a estrutura de funcionamento dos órgãos de segurança pública.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

Teoria da Investigação Criminal

40 horas

Direitos Humanos

40 horas

Crimes Contra a Vida

 40 horas

Criminalidade na Infância e na Adolescência

 40 horas

Competência Criminal

 40 horas

Sistemas Processuais Penais

 40 horas

Sistemas de Repressão às Drogas

 40 horas

Metodologia do Ensino Superior

 40 horas

TOTAL

360 horas

Trabalho de Conclusão do Curso – TCC

60 horas

TOTAL

420 horas

METODOLOGIA:

 Cada disciplina será desenvolvida pelo professor, através de explanação, estudo de documentos pelos alunos ou realização de exercícios.   Em cada aula haverá pelo menos uma atividade prática de fixação da aprendizagem e treinamento.

 A metodologia adotada tem como base a efetiva participação do aluno, orientado e estimulado pelo professor, dentro da sua própria autonomia e nos limites do processo ensino-aprendizagem. Todo esforço do corpo docente, na transmissão dos conhecimentos necessários, visa proporcionar reflexão crítica dos alunos, considerando questões concretas vividas nas mais diversas formas de gestão.  Para que se alcancem tais objetivos é preciso fazer a realização de estudos de caso, simulação e execuções profissionais.

REGIME DE MATRÍCULA CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO E CERTIFICAÇÃO:

1. Regime de Matrículas: O aluno deverá ser matriculado no curso, devendo a matrícula ser efetuada no horário e período fixados pela Faculdade. Documentação exigida para a matrícula:

  • Diploma de graduação
  • Cópia da carteira de identidade e CPF
  • Comprovação de emprego
  • 2 fotos 2 x 4
  • Curriculum Vitae

2. Critérios de aprovação: O aluno será considerado aprovado quando obtiver o grau mínimo de seis (6) em cada disciplina e o grau máximo de sete (7) na média das disciplinas que compõem o currículo do curso. É obrigatória a apresentação do Trabalho de Conclusão do curso dentro do prazo previsto, prorrogado pelo mesmo prazo, para ter direito ao certificado de especialização.

3. Certificação: A Faculdade expedirá certificado de curso ao aluno aprovado em nível de especialização, na modalidade presencial, devendo o mesmo ser registrado pela instituição credenciada (Art. 7°. Itens I, II, III, IV, V e parágrafo 2° da Resolução CNEICES N° 1/2007) 

-Podendo sofrer ajustes em função de circunstâncias especiais.

APRESENTAÇÃO:

 Em nível nacional, o Ministério da Educação tem se preocupado com a formação continuada de jovens e adultos e, para isso, tem motivado as instituições universitárias a desenvolver programas especiais nesse campo.
 Não bastam as inovações ocorridas na sociedade, sejam políticas, econômicas ou sociais. Nas diversas comunidades sente-se a falta de formação na área da cidadania e dos direitos essenciais da pessoa, limitando os cidadãos a crescerem e avançarem nas conquistas durante a vida. O curso ora proposto permite o emprego de metodologias participativas, de modo a assegurar aos cidadãos brasileiros conhecer melhor suas características de cidadão, direitos elementares quase sempre negados, pela maneira como se porta a gestão publica nos órgãos e nas instituições. Há uma extrema necessidade política, cultural e profissional de praticar a cidadania e exercer os direitos fundamentais das pessoas, notadamente pelo reconhecimento público, mas também nos relacionamentos diretos com as instituições de serviços.
 O exercício da cidadania é um desafio da contemporaneidade. O reconhecimento dos direitos humanos é outro desafio dos dias atuais, estando ambos a exigir de todos nós e das instituições públicas e privadas um comportamento mais digno e atitudes mais respeitosas.
 A Especialização em Cidadania e Direitos Humanos é um complemento significativo para profissionais que estejam preocupados com essa temática. Nesse contexto, a SVT Faculdade de Ensino Superior propõe o curso de pós-graduação lato sensu em Cidadania e Direitos Humanos, em nível de Especialização.

JUSTIFICATIVA:

 No Brasil, o desconhecimento sobre a cidadania é generalizado. Somos esquecidos dos nossos dotes, os quais nos levam a ser parte integrante do poder.
 O século XXI tem sido bem diferente dos séculos passados.  Como século novo e atrativo, surge cheio de novidades enriquecendo a história da humanidade e do conhecimento humano. Não obstante tudo isso, a modernidade e a pós-modernidade, com seus novos valores e estilos de vida, têm conduzido o homem ao individualismo e esse é um dos seus principais desafios. Embora a modernidade se caracterize pela derrubada de convenções, pela queda de costumes ditos arcaicos e também pelas crenças antigas quando se confronta o moderno com o tradicional, pouco se tem respeitado os direitos das pessoas e defendido os valores da cidadania.  Com a modernidade e, sobretudo, com a pós-modernidade, o capitalismo se expandiu como sistema econômico no mundo inteiro, disso decorrendo a minimização dos direitos das pessoas e o afastamento, cada vez mais, do cidadão nas ações do desenvolvimento da ciência e da tecnologia, enquanto cria um novo estilo nas organizações sociais e na vida dos homens.
 Pouco se encontra nos currículos escolares conteúdo sobre esses dois itens que são muito importantes nos dias atuais. O objetivo da SVT Faculdade de Ensino Superior é contribuir para melhorar essas condições de ignorância, oferecendo conhecimentos específicos que possam reanimar a cidadania dos brasileiros e garantir a prática de seus direitos essenciais como pessoas, contando com um corpo de professores competentes nas respectivas áreas de conhecimento.
 O Curso de Pós-Graduação em Cidadania e Direitos Humanos, lato sensu e a nível de Especialização, apresentado por essa Faculdade, está inserido dentro dos seus princípios e objetivos, quando essa instituição se compromete com a pessoa humana e sua inserção no seu meio social, político e profissional. Com o presente curso pretende-se suprir ou pelo menos minimizar as necessidades do mercado local e regional, capacitando profissionais nessas duas áreas.
 O presente curso foi estruturado visando complementar o curso de Direito, na sua interdisciplinaridade. O curso está voltado para o aprimoramento de questões jurídicas relativas aos Direitos Humanos, contemplando o aprofundamento dos conceitos e práticas nas áreas Civil e Constitucional. O profissional especializado deverá estar apto a promover o conhecimento e a aplicabilidade prática das atividades de Cidadania e Direitos Humanos.

PÚBLICO ALVO:

 O Curso de Pós-Graduação em Cidadania e Direitos Humanos destina-se, prioritariamente, a atores do sistema de justiça, ou seja. juízes, advogados, defensores públicos, delegados e aos membros do Ministério Público.

OBJETIVOS:

1. Objetivo Geral: O Curso Pós-Graduação Lato Sensu em Cidadania e Direitos Humanos tem como objetivo geral preparar profissionais em defesa da Cidadania e Direitos Humanos. Trata-se de um curso que traz as referências técnicas, jurídicas e políticas, todas críticas para as ações profissionais. Serão ensinados aspectos doutrinários tanto quanto à cidadania como aos direitos humanos.

2. Objetivos Específicos: Especificamente, o curso tem como objetivos:

  1. )Aprofundar conhecimentos técnicos e jurídicos sobre a cidadania e os direitos humanos;
  2. )Proporcionar formação teórica e prática aos profissionais nessas áreas;
  3. )Ministrar questões doutrinárias sobre cidadania e direitos humanos;
  4. )Levantar aspectos administrativos, políticos e jurisprudenciais entre a formação teórica e a prática dos profissionais;
  5. )Planejar, programar e projetar os serviços no exercício da profissão;

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO :

Constitucionalismo, Direitos Humanos e Cidadania

40 horas

Teoria Geral dos Direitos Humanos

40 horas

Direitos Humanos no Brasil

40 horas

Democracia, Cidadania e Justiça

40 horas

Direitos Humanos sob a perspectiva da Raça, Gênero e Sexualidade

40 horas

A cidadania e o poder de representação

40 horas

Sistemas Internacionais de prática da cidadania e os Direitos Humanos

40 horas

Metodologia do Ensino Superior

40 horas

TOTAL

360 horas

Trabalho de Conclusão do Curso -TCC

60 horas

TOTAL

420 horas

METODOLOGIA :

 O curso utilizará métodos pedagógicos já consagrados no estudo jurídico como aulas expositivas, seminários, pesquisas, debates, trabalhos dirigidos, fichamento de textos e decisões judiciais. Serão utilizados, também, recursos audiovisuais.

REGIME DE MATRÍCULA CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO E CERTIFICAÇÃO:

1. Regime de Matrículas: O aluno deverá ser matriculado no curso, devendo a matrícula ser efetuada no horário e período fixados pela Faculdade. Documentação exigida para a matrícula:

  • Diploma de graduação
  • Cópia da carteira de identidade e CPF
  • Comprovação de emprego
  • 2 fotos 2 x 4
  • Curriculum Vitae

2. Critérios de aprovação: O aluno será considerado aprovado quando obtiver o grau mínimo de seis (6) em cada disciplina e o grau máximo de sete (7) na média das disciplinas que compõem o currículo do curso. É obrigatória a apresentação do Trabalho de Conclusão do curso dentro do prazo previsto, prorrogado pelo mesmo prazo, para ter direito ao certificado de especialização.

3. Certificação: A Faculdade expedirá certificado de curso ao aluno aprovado em nível de especialização, na modalidade presencial, devendo o mesmo ser registrado pela instituição credenciada (Art. 7°. Itens I, II, III, IV, V e parágrafo 2° da Resolução CNEICES N° 1/2007). 

-Podendo sofrer ajustes em função de circunstâncias especiais.

APRESENTAÇÃO:

Diz-se que Ciência Política é uma ciência social que tem como foco principal estudar o Estado, os governos e outras instituições que detenham o poder. As Ciências Políticas tratam do estudo da teoria e da prática dos sistemas políticos e estão ligadas a outras áreas de conhecimento. Para as Ciências Políticas é muito importante a vinculação do passado com os fenômenos contemporâneos. Vários autores consideram as Ciências Políticas, como disciplina que se volta para o estudo vinculado a qualquer fenômeno ligado às estruturas políticas, portanto, apenas uma disciplina das Ciências Sociais.
Nas atividades políticas em geral, além dos estudos sobre os sistemas políticos, analisa-se, também, o comportamento da política e dos políticos e as atividades políticas dos partidos.
A implantação de novos conhecimentos na área de Ciências Políticas e afins pode almejar uma nova prática política no país, com ações que venham mudar o velho modelo brasileiro da fazer política. Os profissionais atingidos podem construir uma nova relação na política existente, com atitudes e comportamentos diferenciados. Novos vínculos de compromissos surgirão, e outras responsabilidades passam a ser compartilhadas, pois nada pode ser mudado sem que haja novas convicções e novos conhecimentos.
O compromisso da SVT Faculdade de Ensino Superior é com a coletividade, e com as necessidades urgentes da sociedade maranhense onde está situada. Assim sendo, para suprir uma lacuna, a Faculdade oferece a oportunidade de melhorar os conhecimentos sobre as Ciências Políticas, permitindo aos profissionais da área a possibilidade de atuar e complementar sua formação, aumentado seus conhecimentos pré-existentes sobre política e agregando valores às atividades profissionais.

JUSTIFICATIVA:

 A sociedade contemporânea não tem mais o mesmo interesse que tinham as antigas civilizações, a exemplo de Sócrates, Platão, Aristóteles e mais recente Kant e Spinoza, os quais deram à ética fundamentos tão importantes, capazes de construir um novo universo com diferente e rica convivência diária.
 O século XXI, época do homem contemporâneo, nasceu sob o mesmo otimismo do século XX. Dizem os historiadores que esse século foi fundamental para um novo direcionamento do homem, reiniciando uma nova história, a do novo mundo.
 O homem aprendeu, durante o seu processo evolutivo, que o conhecimento fez o mundo crescer e se transformar. O crescimento e a evolução do mundo dão-se pela acumulação do conhecimento e as experiências do passado, assim nos ensina a história. Mas o homem pouco aprendeu a fazer política, mesmo a caseira.
 O fenômeno da má política se espalha por todo planeta e o Brasil não foge à regra. Nota-se, em nosso país, um verdadeiro desamparo político nos governos brasileiros, com repetidas práticas já incorporadas na vida pública, falta de confiança nos políticos, enfim, um ambiente dominado pela inveja entre eles, dificultando, dessa maneira, a superação da corrupção. Não foi esse o ideal da Aristóteles nem dos estudiosos modernos da política
 A SVT Faculdade de Ensino Superior, consciente do cenário político que se vive no país, pretende continuar sendo uma instituição, embora nova, comprometida com a excelência das atividades de ensino complementar, contribuindo, dessa maneira, com a mudança de cenários e modelos prejudiciais à nação, por isso está sempre a oferecer novos conhecimentos.
 O presente Curso de Pós-Graduação lato sensu em Ciência Política, em nível de Especialização, foi planejado em conformidade com a Resolução do CNE/CES nº 1, de 8 de junho de 2007. Vem para complementar a formação dos graduados nas áreas de Filosofia, Ciência Política, Ciências Sociais, Direito, Ciências Humanas e Comunicação.

PÚBLICO ALVO:

 O Curso de Pós-Graduação lato sensu em Ciência Política, em nível de Especialização, é direcionado para graduados em Filosofia, Ciência Politica, Ciências Sociais, Direito, Ciências Humanas e Comunicação.

OBJETIVOS:

1. Objetivo Geral: O Curso Pós-Graduação lato sensu em Ciência Política tem como objetivo geral o estudo da política no Brasil e fora dele. A possibilidade de uma reflexão sobre três aspectos: teoria política, sistemas políticos e partidos políticos. Análise das conjunturas no âmbito nacional e outras de âmbito internacional de maior interesse.

2. Objetivos Específicos: Especificamente, o curso tem como objetivos:

  1. )Estudar as principais linhas de pensamento clássico e moderno;
  2. )Avaliar os diversos sistemas que compõem as estruturas de poder;
  3. )Analisar os conceitos de poder liberal e cultura política;
  4. )Conhecer a estrutura de funcionamento dos sistemas partidários;
  5. )Estudar a construção das Ciências Políticas, o liberalismo e a democracia;

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO :

Ciência Politica, Filosofia Política e Teoria Política

40 horas

Pensadores Políticos clássicos

40 horas

Pensadores Políticos modernos

 40 horas

Pensamento Político Brasileiro

 40 horas

Sistemas Políticos e Eleitorais

 40 horas

Formas de Governo

 40 horas

Políticas Públicas e Desenvolvimento Social

 40 horas

Propaganda Política

 40 horas

Metodologia do Ensino Superior

 40 horas

TOTAL

360 horas

Trabalho de Conclusão do Curso – TCC

60 horas

TOTAL

420 horas

METODOLOGIA:

 Cada disciplina será desenvolvida pelo professor, através de explanação, estudo de documentos pelos alunos ou realização de exercícios. Em cada aula haverá pelo menos uma atividade prática de fixação da aprendizagem e treinamento.
 A metodologia adotada tem como base a efetiva participação do aluno, orientado e estimulado pelo professor, dentro da sua própria autonomia e nos limites do processo ensino-aprendizagem. Todo esforço do corpo docente, na transmissão dos conhecimentos necessários, visa proporcionar reflexão crítica dos alunos, considerando questões concretas vividas nas mais diversas formas de gestão.   Para que se alcancem tais objetivos é preciso fazer a realização de estudos de caso, simulação e execuções profissionais. Serão usados, também, recursos audiovisuais.

REGIME DE MATRÍCULA CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO E CERTIFICAÇÃO:

1. Regime de Matrículas: O aluno deverá ser matriculado no curso, devendo a matrícula ser efetuada no horário e período fixados pela Faculdade. Documentação exigida para a matrícula:

  • Diploma de graduação
  • Cópia da carteira de identidade e CPF
  • Comprovação de emprego
  • 2 fotos 2 x 4
  • Curriculum Vitae

2. Critérios de aprovação: O aluno será considerado aprovado quando obtiver o grau mínimo de seis (6) em cada disciplina e o grau máximo de sete (7) na média das disciplinas que compõem o currículo do curso. É obrigatória a apresentação do Trabalho de Conclusão do curso dentro do prazo previsto, prorrogado pelo mesmo prazo, para ter direito ao certificado de especialização.

3. Certificação: A Faculdade expedirá certificado de curso ao aluno aprovado em nível de especialização, na modalidade presencial, devendo o mesmo ser registrado pela instituição credenciada (Art. 7°. Itens I, II, III, IV, V e parágrafo 2° da Resolução CNEICES N° 1/2007).

-Podendo sofrer ajustes em função de circunstâncias especiais.

Faça sua Pré-inscrição